Como administrar o dinheiro e ajudar o planeta neste natal

Plantas para decorar a casa no natal - casademarina blogspot com

Sempre me assusto com o consumo desenfreado nessa época de festas. As pessoas se enchem de dívidas por um único motivo: é natal! Comprando a preço exorbitante cosas que não necessitam.

Ok, tem o décimo terceiro salário que ajuda a dar um fôlego e planejar outras contas (aliás, ele deveria servir para isso), mas presentes, presentes e mais presentes, principalmente parcelados em trocentas vezes no cartam se transformam em dívidas dívidas e mais dívidas.

Consumo Consciente

Felizmente pesquisas mostram que este ano os brasileiros estarão mais comedidos, mais conscientes? Talvez

Apesar dos consumidores brasileiros – de todas as classes sociais e regiões – informarem que possuem situação financeira um pouco melhor e estabilidade no emprego, bem como acreditarem que asituação econômica do País é estável, serão mais prudentes nas compras para as festas de final de ano. Metade dos respondentes querem gastar menos em presentes e o valor médio de cada compra deve ficar entre R$ 10 e R$ 30. Em 2011, o gasto médio foi entre R$ 50 e R$ 99. Para uma boa parte dos brasileiros (39%), especialmente os das classes C, D e E, o 13º salário servirá para quitar dívidas, e outros 25% querem aproveitar este dinheiro para economizar (sobretudo as classes A e B).

Fonte: Banda B

Não sou gastadeira e sou daquelas que presenteiam o ano inteiro, coisa típica da minha família. Portanto, acho de verdade que manifestações de carinho durante as festas são muito mais interessantes. Uma prova disso, é que no ano passado os presentes que mais me  emocionaram foram os mais simples e inusitados.

Dicas de consumo consciente no natal

Portanto, antes de gastar horrores e se endividar de maneira irreparável seguem algumas dicas (do blog  Ambiente Bariri) para  aproveitar seu dinheirinho neste natal, praticando um consumo consciente e ainda ajudando o planeta.

  • Planeje as compras – O ponto de partida é o cuidado com as compras, que muitas vezes são justificadas pelas emoções que afloram no Natal. Comprar por impulso pode causar problemas que vão desde o desperdício até o endividamento. Por isso, planeje suas compras, avalie os impactos do seu consumo e pense se realmente o produto ou serviço é necessário.
  • Inove – Dar e receber presentes é tradição no Natal. Porém, o presente está muito mais relacionado ao sentimento do que ao preço ou à tecnologia. Então, inove. Dê presentes artesanais feitos por comunidades tradicionais ou presentes produzidos a partir de produtos reciclados feitos por cooperativas ou entidades do terceiro setor. Para as crianças, caso opte por brinquedos, prefira os educativos.
  • Confeccione presentes – Se tiver tempo, use a criatividade e faça você mesmo o presente que for dar aos seus amigos ou familiares. Assim, além do objeto material, seu presente será carregado de afeto.
  • Diga não ã pirataria – Evite a tentação do preço baixo. Não compre produtos piratas ou contrabandeados. E não esqueça de pedir nota fiscal.
  • Opte por empresas que se preocupam com o ambiente e o desenvolvimento social – Informe-se e escolha produtos de empresas social e ambientalmente responsáveis. Caso tenha dúvidas, consulte o Guia de Empresas e Produtos do Instituto Akatu (www.centroakatu.org.br).
  • Organize-se e faça reservas para as contas do início do ano, como o IPVA e o IPTU – Cuidado com as finanças. O fim de ano é um dos períodos em que o consumidor mais entra no vermelho, por gastar além do que pode. Faça as contas e não gaste além do necessário e de suas possibilidades. Procure comprar à vista e pedir descontos. No caso de compras a prazo, verifique a taxa de juros e pense bem se a despesa está adequada ao seu orçamento. Faça uma reserva para os pagamentos de início de ano, como IPVA, IPTU e despesas com educação.
  • Atenção para as embalagens – Outro importante ponto que deve ser levado em consideração pelos consumidores conscientes são as embalagens. A maior parte do lixo produzido no Brasil é embalagem que, além de gastos públicos, geram impactos ambientais. Opte por embalagens duradouras ou mais simples e que possam ser reutilizadas. O que não puder ser reaproveitado, separe e encaminhe para reciclagem.
  • Dê preferência às árvores de Natal naturais – Cuide da natureza e evite a geração de lixo. Reaproveite a árvore de Natal dos anos anteriores, caso tenha usado uma artificial. Porém, caso você realmente precise de uma árvore nova, opte por uma natural e plantada. Após as festas, replante-a em um espaço maior para que ela possa crescer, dar flores e frutos. Procure informar-se se a árvore escolhida é nativa do Brasil e apropriada para sua região.
  • Reaproveite os enfeites – Procure reaproveitar os enfeites usados em anos anteriores. Caso compre novos, prefira os artesanais ou feitos a partir de materiais recicláveis. Após as festas, guarde os adereços com cuidado e os reutilize no próximo Natal.
  • Não desperdice energia – Para os que usam luzes como enfeite de Natal, a dica é apagar todas antes de dormir, evitando o desperdício de energia elétrica.
  • Pratique a solidariedade – O que não tem serventia para você pode ser muito útil para outros. Doe o que não lhe serve mais e alegre o Natal de outras pessoas.
  • Na hora da ceia
    •  Não exagere! Compre a quantidade de alimentos que realmente será consumida, evitando desperdícios. Evite comer e beber em excesso para aproveitar o Natal sem desconfortos e possíveis problemas, além de manter a forma física e a família unida;
    • Dê preferência a vegetais cultivados na sua região ou em local próximo e use frutas da época. O custo de transporte é menor e as chances de desperdício também;
    • Pense numa ceia com petiscos naturais e prefira os alimentos orgânicos;
    • Reaproveite cascas e talos de alimentos, que têm alto valor nutritivo, para fazer diferentes pratos;
    • Mesmo que a família seja grande e o trabalho depois da ceia também, esqueça os pratos e copos descartáveis, que viram lixo. Opte pelos de vidro, que podem ser lavados e usados novamente.
  • Cultive bons sentimentos – Lembre-se: há coisas que, por um milagre, quanto mais consumimos, mais se multiplicam. Por isso, neste Natal consuma exageradamente amor, beleza, alegria, amizade, carinho, delicadeza, sensibilidade, compaixão, respeito e justiça. Conscientize as pessoas que convivem com você. Aproveite a festa natalina para disseminar o consumo consciente entre seus amigos, colegas de trabalho e familiares. Esse é o melhor presente que você pode dar à humanidade.

Este post faz parte do Meme de Dezembro, uma iniciativa das interneteiras do LuluzinhaCamp, que tem como única intenção, a diversão. Porque somos blogueiras e adoramos blogar, simples assim. Se você tem blog, corre para participar, clique aqui e saiba mais.

___

Cadastre-se

Receba por e-mail a newsletter mensal do FaceBeth e fique por dentro do que de melhor aconteceu, além das novidades que estão por vir. Registre-se clicando aqui!
Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s