Nada é tão ruim para sempre

Ontem comecei o dia triste, bem triste… Alguns diriam que faz parte de mim essa melancolia romântica. Talvez seja verdade, eu tenho um quê melancólico, apesar de estar constantemente sorrindo. Felizmente um amigo fez um convite, e eu já não sou mais tão ostra para não aceitar, ao sair de casa para encontrá-lo, revi outro amigo ao acaso (e receber um sorriso sincero e inesperado é tão bom…). Ganhei um livro, conversei sem ver a hora passar, vi uma exposição que há muito ansiava, cruzei a Paulista vendo as luzes de natal… E tudo aquilo foi muito, muito bom! Só hoje eu percebi o quanto o dia de ontem foi maravilhoso, apesar de ter começado triste. Fica a lição, nada é tão ruim para sempre…

___

Cadastre-se

Receba por e-mail a newsletter mensal do FaceBeth e fique por dentro do que de melhor aconteceu, além das novidades que estão por vir. Registre-se clicando aqui!
Anúncios

4 comentários sobre “Nada é tão ruim para sempre

  1. Se a gente reparar bem o ruim é só uma parte – bem pequena – do bom. Andam juntos, mas só depende de como a gente olha a paisagem. O segredo é saber olhar. Quando a gente começa a focar nas coisas boas nem lembra do resto. Nada é só ruim. Nem para sempre. Beijão.

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s