Chef | Drama, comédia e road movie, com gastronomia e paixão

chef-movie-jon-favreau-john-leguizamo-sofia-vergara

Neste domingo assisti Chef, filme que eu não sabia completamente nada da sua história, mas com 3 minutos já estava apaixonada.

Uma porque trata de como a estressante vida de um chef de cozinha (e eu amo gastronomia) desmorona, após uma crítica negativa. E outra porque não acho difícil muitos na minha faixa etária (40 e poucos) identificar-se com o momento caótico na vida do cara que faz do limão que a vida oferece uma limonada. Engolindo uns sapos, sendo meio humilhado pelo ex da ex, mas… Sobrevivendo, se reinventando.

Não é isso que fazemos diariamente?

A questão é que o filme me encantou, sobretudo, pelo eterno bom combate entre fazer o que se ama e amar o que se faz, e o quanto manter este equilíbrio dificilmente está ligado a retorno financeiro. O que é qualidade de vida, qualidade de tempo com a família…

para refletir legal.

O filme fala de família, conflitos, amizade, stress no trabalho (já vi que muda a profissão, mas o stress é o mesmo em qualquer uma), novas mídias… Não se definiu como gênero (nem drama, nem comédia, nem filme de gastronomia, nem road movie), mas foi uma ótimo entretenimento para uma tarde de domingo.

Curiosamente tudo o que eu amei no filme foi o que o Omelete detonou, portanto, se assistir, dê feedback.

Anúncios